EMD (Exact Match Domain), SEO e Marca – Como conciliar?

EMD, ou “Domínio de Correspondência Exata“, é uma das mais antigas e óbvias técnicas de SEO.

Antigamente ela dava ótimos resultados em todos os buscadores. Hoje em dia, em mecanismos de busca como o Bing ou o Qwant, esse fator continua de grande peso.

Domínios Exatos (EMD) e o Google

Contudo no Google, esse fator foi perdendo relevância. Principalmente desde 2012 quando o Google lançou a atualização do mesmo nome, EMD Update, em 27 de setembro.

Google anunciou uma mudança na forma como ele estava lidando com domínios de correspondência exata (EMDs). Isto levou a desvalorização desse fator em larga escala, e na redução da presença de EMDs em resultados de busca.

Veja o que o Matt Cutts declarou na época:

EMD - Atualização do Algoritmo do Google

Ele já vinha evangelizado sobre o tema, para deixar claro que nem sempre é preciso ter um EMD para conseguir visibilidade e sobre o fato que pode ser melhor capitalizar na sua marca ao invés de usar um EMD.

Veja neste vídeo de 2011:

Segue também um vídeo bem mais atual sobre o tema, onde o John Mueller fala basicamente que se o site é de alta qualidade, o fato de usar um EMD não deveria prejudicar os rankings dele.

Confirmando assim que essa atualização veio para acabar com os sites de baixa qualidade que ganhavam visibilidade somente porque usavam esse tipo de técnica.

Estudos de empresas especializadas em SEO, como o da Searchmetrics, também confirmam a perda de peso desse fator. Mesmo se ele continua tendo algum tipo de influência, ele deixou de ser determinante.

Por fim, não deixe de dar uma olhada nesse excelente post sobre o tema: https://econsultancy.com/blog/65696-do-exact-match-domains-still-work-as-an-seo-tactic/

Como usar um “Exact-Match Domain” sem deixar de usar sua Marca?

Para tal, você pode usar o domínio da sua marca nos seus e-mails como também como redirecionamento para o seu site.

Mas como verificar o domínio principal do Google Apps sendo que o domínio principal do site é palavrachave.com.br?

#ficadica

  • Criar uma conta no Google Apps inserindo o domínio marca.com.br como principal da conta;
  • Verificar escolhendo o tipo de verificação seguinte: Domain name provider;
  • Selecionar o provedor “outro” e recolher o código “google-site-verification” que será inserido no campo destino do gerenciador de DNS da sua hospedagem.

Entrar na sua hospedagem, inserir os dois domínios e configurar os DNS em cada um deles:

Inserir novo DNS com:

  • Host = @
  • tipo = TXT
  • destino = google-site-verification=
  • Uma vez preenchido, inserir o DNS novo.

+informações: https://support.google.com/a/answer/174125?hl=pt-BR

Depois, voltar para o Google Apps e criar um alias de domínio com o domínio palavrachave.com.br. Repetir a mesma operação de verificação. É preciso inserir os dois domínios de forma independente na sua hospedagem (não pode ser mapeamento).

Depois, criar ou configurar registros SPF inserindo no campo destino: v=spf1 include:_spf.google.com ~al

SPF é importante para melhorar a reputação de seu domínio e evitar seus e-mails sejam marcados como spam.

+informações: https://support.google.com/a/answer/178723?hl=pt-BR

E para saber mais sobre como adicionar um domínio ou um alias de domínio, podem visitar: https://support.google.com/a/answer/53295?hl=pt-BR

Google Meu Negócio

Uma última dica simples para conciliar nomes de domínio com palavra-chave e marca, é de usar como informações de contato do “Google meu negócio” a URL do site com a marca.

Isso faz que ela apareça em primeiro no Google, quando se pesquisa pela marca, antes mesmo do nome de domínio principal palavrachave.com.br

Criando assim dois acessos para a Home em primeiro e segundo lugar da página. Veja nesse printscreen como ficou o resultado de um cliente:

Groupe Protection no Google

Histórias para pensar…

Me adicione ao Google+ e siga-me no Twitter @EricApesteguy