Site mobile ou aplicativo: o que é melhor para a sua empresa?

A Internet se torna mais popular a cada dia que passa, e não é novidade que as corporações e boa parte dos empreendedores têm buscado se beneficiar do contato com possíveis clientes a partir de ferramentas virtuais e da nutrição de relacionamentos que tiveram sua procedência ou desenvolvimento por meio da web.

Só que existe outro acontecimento que também está transformando um pouco a relação entre empresas e consumidores: a ampliação de uso dos dispositivos móveis para navegar na Internet.

Se existem mais pessoas pesquisando e comprando através de seus tablets e smartphones, é preciso encontrar maneiras de não ficar para trás de sua concorrência e adaptar seu negócio ao crescente tráfego móvel.

A grande questão é: que espécie de solução seria a mais adequada para o seu negócio? Vale mais a pena desenvolver um site mobile ou criar um aplicativo?

Ambas as ideias possibilitam que os clientes acessem o seu negócio on-line, mas existem boas diferenças entre um site mobile e um aplicativo corporativo, que podem realmente favorecer suas ações de mercado ou, ao contrário, desestimular os relacionamentos e a navegação nas páginas que você pretende oferecer à clientela.

Você tem dúvidas sobre o que é melhor para o seu empreendimento? Leia nosso post até o final e fique por dentro do assunto para tomar a melhor decisão!

Aplicativo ou site mobile?

negliadesign.com

 

O que é um site mobile?

Esta solução web trata-se de um aparato visual projetado especificamente para as menores telas dos smartphones e tablets, bastando aos usuários digitar o endereço da loja virtual, blog ou portal.

Os mecanismos de programação do site vão detectar automaticamente que se está acessando de um dispositivo móvel, de modo que o aparelho vai carregar a versão mobile do site. Por isso, não é incomum que a URL (ou seja, o endereço de rede) apresente um “m” ou o termo “mobile” logo antes do endereço padrão do site, como um subdomínio do original.

O bacana é que o site mobile comumente se ajusta aos tamanhos de tela com boa qualidade, podendo ser tranquilamente visualizados e facilmente navegados pelo internauta que deseja pesquisar coisas na loja virtual em questão.

Quais as vantagens de um site mobile?

É importante sublinhar que o site mobile funciona como um site separado do site original, tal qual fosse um segundo site, muito embora seja pertinente a manutenção de identidade visual, logotipo e demais detalhes de design da solução web principal da empresa.

Isso, é claro, vem a facilitar bastante o conforto e a identificação da marca ou empresa. Ainda proporciona melhor funcionalidade e legibilidade para os usuários, que podem acessar o site de qualquer lugar e a qualquer hora, sem comprometer o espaço de seus aparelhos tendo que baixar um aplicativo para ver as novidades de seu negócio.

Apesar da boa experiência do usuário, caso se invista em um site de boa qualidade e fácil de navegar, a solução significará mais custos para sua empresa, no que se refere à manutenção e atualização das páginas.

Outra coisa que pode acontecer é que boa parte dos acessos ao site mobile não serão computados, obviamente, ao site principal (que será acessado por desktops e outros dispositivos) — diluindo a sua autoridade SEO e colocando-o em um patamar pior na pesquisa do Google e de outros motores de busca da web.

Como fazer um site para celular e investir nesta solução?

Da mesma forma que um profissional de programação seria contratado para desenvolver o seu site para desktops, vale a pena investir no conhecimento de um desenvolvedor web para criar o site para celular. O programador vai converter um site já existente ou adaptar os recursos que você tem nas telas grandes para os painéis dos aparelhos móveis.

Nada impede, porém, se o seu site for mais simples, de construir você mesmo seu site mobile através de um construtor (gratuito ou pago) de soluções web. Existem plataformas que usam sistemas drag-and-drop, por exemplo, de maneira que você não necessita saber praticamente nada de programação.

No entanto, o programador contratado vai ser capaz de, por exemplo, empregar javascript e outras linguagens para fazer um subdomínio no site principal, a fim de que o dispositivo móvel seja reconhecido e automaticamente redirecionado para o site mobile.

E o que seria um aplicativo?

Um aplicativo significa um software que é desenvolvido com linguagem própria e certa gama de recursos, de forma que as pessoas baixem e instalem em seus dispositivos.

Dependendo de como for, o programa, depois de abrigado nos dispositivos, pode interagir com os expedientes que existem nos smartphones e tablets, como a câmera, o serviço de GPS, entre outros.

Bastante comum para os dispositivos que usam iOS (Apple) e Android, a solução é igualmente viável para aparelhos BlackBerry, que usam sistema operacional Windows, ou compatíveis com Palm e Symbian (Nokia).

Quais as vantagens de um ter um aplicativo?

Depois de baixado e instalado no aparelho, o aplicativo funciona praticamente como se fosse um site para celular ou tablet. Um grande benefício de apostar nesta solução é que a empresa vai ter um cantinho separado nos dispositivos dos clientes, fato que pode entusiasmar alguns acessos por impulso.

Ademais, ainda que existam problemas de acesso à Internet, o aplicativo funciona com sua navegação básica que está baixada no dispositivo, e ainda poderá expedir notificações em segundo plano, facilitando algumas estratégias de mercado.

Ele pode também ser uma boa ferramenta para capturar preferências e comportamentos dos clientes, embora isso possa ser feito tranquilamente em outros canais web.

Vale dizer que, já que o software está instalado no aparelho do usuário, torna-se muito mais fácil de acessar o aplicativo, em comparação a um site mobile. Basta que o usuário dê um toque sobre a tecla que abre o programa, em vez de ter que digitar o endereço toda vez que quiser acessar o site, no navegador instalado em seu aparelho. Comumente, esta solução oferece mais recursos e um melhor desempenho aos usuários.

Em contrapartida, como os usuários têm que baixar e instalar o aplicativo, pode ser que isso afugente alguns clientes em potencial, porque haver certa oposição a trazer softwares que pertençam a empresas para seus dispositivos — ou simplesmente porque não querem ocupar espaço de seus dispositivos com mais um aplicativo que não considerem tão proveitoso.

Os aplicativos móveis representam um investimento ainda maior do que aqueles feitos para os sites mobile, e só devem ser levados em conta se houver uma clara facilidade de fidelização da clientela ou problemas de acesso ao seu endereço web através de dispositivos móveis.

Como é possível criar esta solução de presença móvel?

A maneira mais fácil e segura de produzir um aplicativo com sua marca e seus produtos para dispositivos móveis é contratando-se profissionais que desenvolvam esse tipo de utilitário. A tecnologia usada nesta solução é mais específica e complexa, o que exige uma dose confiável de conhecimento em programação e web design.

Lembre-se de que o aplicativo precisa ser atraente e de utilização amigável; do contrário, seus usuários não se sentirão confortáveis com os recursos e a navegação na ferramenta, fazendo com que seu investimento seja um tiro n’água.

Comparação aplicativo site mobile

E então, já descobriu o que seria mais interessante para seu empreendimento on-line? O que você deseja alcançar com sua estratégia de mercado digital? Conte suas experiências, dê sua opinião!

 

Veja também:

Adaptação mobile de websites para Cantão e Redley

Desenvolvimento de aplicativo para a premiada marca de joias Antonio Bernardo: encontre a medida do seu anel!