6 critérios que você deve ficar de olho em suas ações de marketing de conteúdo

A maioria das empresas já compreendeu que, para ganhar e fidelizar uma audiência segmentada, a melhor opção é criar e alimentar um blog. Essa iniciativa promove um estreitamento significativo do relacionamento com os clientes, ajuda a transmitir as ideias nas quais a empresa acredita, reforça a marca no mercado e ainda permite que o público dê seu feedback em diversos aspectos.

Além disso, um blog bem desenvolvido é capaz de captar novos possíveis clientes e de converter interessados em compradores todos os dias. Mas isso só acontece se a estratégia de marketing de conteúdo for bem desenvolvida e, se durante o ciclo de produção as postagens (ou seja, os artigos, e-books etc.) continuarem seguindo as diretrizes apontadas.

Agora que ficou claro que, para realmente impactar sua audiência, será preciso ficar de olho em suas ações de desenvolvimento de marketing de conteúdo, vale a pena conferir alguns critérios essenciais para garantir o sucesso dos seus objetivos:

Conteúdo direcionado para a persona

Se você pretende começar a publicar artigos no blog da sua empresa, ou se está revendo sua estratégia atual, precisa considerar que, antes de qualquer letra ser digitada, você precisa estar seguro se está escrevendo para a pessoa certa.

A persona (ou o público alvo) é fundamental nesse processo. O blog é um canal de relacionamento que, além de aproximar o público da empresa, permite que algumas ações sejam desenvolvidas para, também, gerar novos leads e converter em vendas. Portanto, suas pautas devem ser bem planejadas e devem levar valor para sua persona. A dica para não se perder nesse sentido é deixar à vista a descrição dos perfis de cliente que consomem sua marca, quais os seus principais problemas, o que eles buscam e como sua empresa pode ajudá-los, assim fica mais fácil pensar no que produzir.

Personas - Marketing de Conteúdo

delicate-balance.com

Títulos atraentes e objetivos

Outro ponto importante e que não deve ser negligenciado diz respeito aos títulos dos posts. Além de fazerem parte das ações de SEO (Search Engine Optimization) para seu blog, é ele quem vai atrair a atenção do seu leitor.

Um título, para se tornar atraente em primeiro lugar, deve ser claro e objetivo. Nada de títulos muito extensos, ou com palavras complexas. A ideia é que o leitor visualize e capte a essência do texto quase de forma imediata. Use palavras como: veja, descubra, conheça, segredo, aprenda, fácil etc. para criar curiosidade e expectativa. Além disso, se for possível encaixar pelo menos uma de suas palavras-chave no título do artigo, será melhor.

Originalidade dos artigos

Talvez esse seja um dos pontos mais significativos dessa lista. Produzir artigos originais é uma arte, afinal, é quase impossível tratar de algum tema que seja 100% inédito e que não tenha um monte de outras referências na web.

O que você deve levar em conta em relação a isso, é que originalidade não tem a ver somente com ineditismo. O seu “tom” ou jeito de abordar o assunto também faz a diferença. Sua empresa/marca precisa ter uma “voz” que todos reconheçam, que torne os artigos especiais. Além disso, claro, uma boa redação, a escolha minuciosa das palavras e da ordem das frases pode transformar um conteúdo.

Bom desenvolvimento do tema

Apesar de a maioria dos posts de blog seguirem um padrão de 500 palavras por artigo, isso não é desculpa para escrever um texto pobre. Desenvolver e aprofundar a temática escolhida é fundamental. Isso porque o seu público quer ler algo que ele ainda não saiba, ou que pelo menos acrescente uma nova ideia ou ponto de vista aos conhecimentos que ele já detém. E para que isso seja possível é necessário um mínimo de aprofundamento teórico. Esse critério na produção certamente fará a diferença entre seus concorrentes. Em algumas situações é recomendável, inclusive, fazer breves citações ou mencionar as fontes de pesquisa, por exemplo, mas claro se forem confiáveis.

Uso adequado das palavras-chave

A escolha das palavras-chave deve ser feita no momento da elaboração das propostas de pauta. Assim, as palavras acabarão servindo também como guia para sua pesquisa, para que você não fuja ao tema.

Palavra-chave

skilledup.com

Ao posicionar as palavras ao longo do artigo, a dica é ser equilibrado. Nada de encher o texto com repetições. Isso cansa o leitor e torna o texto menos atrativo. Você pode perceber que, em geral, há um padrão a ser seguido nesse sentido e que vem surtindo bons resultados. É o seguinte:

Tente usar suas palavras-chave nas seguintes posições:

  • Uma vez na introdução do texto
  • Uma vez em algum intertítulo (se possível)
  • Uma vez ao longo do texto
  • Uma vez na conclusão

Essa divisão deixará seu texto bem abastecido de palavras-chave, porém, sem que isso se torne um problema para o leitor.

Links para artigos ou materiais complementares

Por fim, mas não menos importante, está a questão do uso de links. É prática comum em muitos blogs ver artigos com expressões clicáveis, que são links para outros conteúdos. O objetivo de se fazer isso é manter o leitor o máximo de tempo possível dentro do seu “ambiente”, ou seja, dentro do blog. Enquanto o leitor está desfrutando de seus conteúdos ele está, necessariamente, sendo influenciado por suas ideias, e claro, quanto mais empatia você conquista, melhores são as chances de aumentar as vendas e de consolidar sua reputação online.

Por isso, tente, sempre que possível, usar links que direcionem o leitor para uma outra postagem ou material do seu blog. Mas saiba que, para fazer isso, é preciso que o tema sugerido seja relevante e complementar ao tema do texto em questão. Não use links gratuitos e sem sentido. Isso pode causar uma impressão bastante negativa e deixar o leitor disperso.

Viu como é menos complicado do que parece? Depois que esses critérios forem incorporados na rotina de produção, o processo fica mais fluido e orgânico e conteúdos mais ricos começarão a surgir como “mágica”. Os resultados serão visíveis em poucos dias, basta observar suas estatísticas e acompanhar os comentários dos leitores.

E, então, pronto para incrementar o desenvolvimento da sua estratégia de marketing de conteúdo com posts mais bem elaborados? Se tiver dúvidas, basta deixar seu comentário.

 

Veja também:

Aplicando a metodologia de criação de conteúdo para o Groupe Protection